Novos sistemas de travagem de emergência da Bosch protegem peões e ciclistas

“Os sistemas de assistência aos condutores são um passo em frente para uma condução livre de acidentes."

propedalar.com @ 28-8-2017 17:47:45

Pouco espaço para escapar: um ciclista aparece vindo do nada e repentinamente cruza a estrada. Distraído por estar à procura de um lugar para estacionar, o condutor não consegue perceber a aparente inevitabilidade do acidente que está prestes a acontecer.

É aqui que entra em ação o novo sistema de travagem de emergência da Bosch com deteção de ciclistas, que imobiliza automaticamente um carro que circule a 40 km/h. Todos sobrevivem ao acidente, abalados por certo, mas sem consequências.

Como funciona? No momento em que o radar ou vídeo do sistema de travagem de emergência deteta uma colisão iminente, o Bosch iBooster inicia o processo de travagem em apenas 190 milissegundos – mais rápido do que piscar os olhos duas vezes.

Tendo em conta o aumento do tráfego nas estradas, os sistemas de assistência ao condutor são a chave para aumentar a segurança na estrada. “Os sistemas de assistência ao condutor são o próximo passo no caminho para uma condução sem acidentes,” afirma Dirk Hoheisel, membro do Conselho de Administração da Bosch. “Estes assistentes eletrónicos estão sempre vigilantes e, em casos de emergência, respondem mais depressa do que as pessoas conseguem. Apoiam exatamente onde os condutores necessitam – no tráfego citadino". “


Os sistemas de assistência ao condutor podem ter várias funções, como por exemplo manter os carros na sua faixa, avisar sobre obstáculos nos ângulos “mortos” quando se muda de faixa de rodagem, apoiar ao entrar e sair de lugares de estacionamento e ajudar a manter a distância de segurança. A travagem de emergência é uma das funções de assistência mais úteis quando nos referimos a evitar colisões com peões e ciclistas, os utilizadores mais vulneráveis da estrada.

Por terem um papel cada vez mais fundamental, a tecnologia por trás dos sensores destes sistemas tem vindo a ser melhorada substancialmente nos últimos anos, fornecendo imagens cada vez mais precisas do que rodeia o carro e tornado a sua interação mais rápida e eficiente, seja a travar ou a alinhar a direção.

Desta forma, os sistemas de assistência ao condutor não estão apenas a preparar o caminho para a condução autónoma, mas estão também a promover uma condução mais calma e tranquila. A tendência é consolidar múltiplas funções de assistência num único sensor, como demonstrado pelo aviso de saída de automóvel, uma nova função desenvolvida pela Bosch.

Para além de monitorizam as mudanças de faixa de rodagem na autoestrada, os sensores de médio alcance da Bosch podem também ajudar os condutores citadinos a deixarem de cometer um erro perigoso: frequentemente, os condutores saem imediatamente do carro após estacionarem em paralelo – sem olharem por cima do ombro. Esta atitude já levou a que inúmeros ciclistas batessem nas portas dando origem a lesões graves.

Para ajudar a evitar este tipo de situações, a Bosch desenvolveu um aviso de saída do carro, ativo em todas as portas do automóvel, que avisa os ocupantes antes de estes saírem do automóvel – mesmo vários minutos após o carro estar desligado. O sensor está colocado à direita e esquerda na traseira do automóvel, e num raio de 20 metros consegue detetar outros utilizadores da estrada que se aproximam ou que já estão na lateral do veículo, avisando o condutor antes de abrir a porta.

propedalar.com @ 28-8-2017 17:47:45