Passeio Nocturno de Natal - Luzes Solidárias

Realiza-se no dia 14 de Dezembro o 1º Passeio Noturno de Natal - Luzes Solidárias que visa a angariação de fundos para AAC - Casa da Criança de Guimarães. José Mendes, ciclista profissional da NetApp, é o padrinho do evento promovido pela Silvares Com Vida em parceria com a Associação de Ciclismo do Minho. As inscrições podem ser efectuadas em www.acm.pt.

ACM - Associação de Ciclismo do Minho @ 12-11-2013 12:11:54

Contando com o apoio de várias personalidades que ajudarão a atingir o objectivo da campanha de angariação de fundos para a AAC - Casa da Criança de Guimarães, o percurso do 1º Passeio Nocturno de Natal - Luzes Solidárias será realizado entre Silvares e o centro da cidade de Guimarães com passagem por várias ruas do centro histórico da cidade. A partida está marcada para as 21 horas, junto à igreja de Silvares, e o trajecto será de dificuldade baixa, permitindo-se assim a participação de todos os interessados, independentemente da idade e da condição física.  A meio do percurso será feita uma paragem nas instalações da AAC – Casa da Criança de Guimarães, situada na Rua de Santa Maria, onde será entregue o valor angariado no 1º Passeio Nocturno de Natal - Luzes Solidárias, assim como serão ligadas as luzes da árvore de natal da instituição. Cada participante dará uso a sua imaginação e decorará a sua bicicleta e o seu equipamento com o tema da campanha solidária “ Luzes Solidárias”.

As inscrições têm o custo de 5 euros, podendo ser efectuada a inscrição “duplamente solidária” pelo valor de 10 euros, revertendo a totalidade do valor angariado para a AAC - Casa da Criança de Guimarães. Conferindo direito a seguro, dorsal, gorro de Natal e participação em sorteios, as inscrições podem ser efectuadas em www.acm.pt.

O êxito do 1º Passeio Nocturno de Natal - Luzes Solidárias dependerá do coração de cada um de nós, pelo que a organização apela à “pedalada solidária” para com a AAC – Casa da Criança, instituição onde mora o coração porque o sorriso de uma criança é algo único e magico.

A Associação de Apoio à Criança (AAC) é uma IPSS, sem fins lucrativos e de superior interesse social (DR nº 32 de 07 de Fev. de 2003), constituída em 2001, na cidade de Guimarães. Tendo por objecto o acolhimento temporário de crianças, vítimas de maus tratos, negligência ou abandono, a AAC desempenha uma missão de primordial importância e de utilidade social inquestionável e, cada vez mais, com sentido de urgência. Na sua actividade permanente, a AAC procura sempre o bem-estar das crianças e ajuda a definir o seu projecto de vida, contando para “a realização deste sonho” com a solidariedade de toda a comunidade, empresas e particulares.

O Centro de Acolhimento Temporário da AAC iniciou a sua actividade em Fevereiro de 2005, em instalações provisórias, tendo em Janeiro de 2007 passado a utilizar um edifício recuperado em pleno Centro Histórico de Guimarães.

Habitualmente a Casa da Criança de Guimarães, como é designada, acolhe cerca de 20 crianças. Na sua curta vida já acolheu, no entanto, 110; umas regressaram à família biológica e outras, encontraram um novo lar e um novo colo de que tanto careciam. Como reconhecimento do trabalho desenvolvido pela direcção e por outros voluntários e pela equipa de profissionais que, diariamente, ali trabalham com dedicação e empenho foi atribuído à Associação de Apoio à Criança o estatuto de Instituição de Emergência Infantil.

ACM - Associação de Ciclismo do Minho @ 12-11-2013 12:11:54


Clique aqui para ver mais sobre: Sabia que