Duas medalhas e objetivos cumpridos no balanço do Europeu

No momento de despedida dos Campeonatos da Europa de Pista de Juniores e Sub-23, Portugal contou com duas duplas no madison, disciplina que marcou o sexto e último dia da competição no Velódromo Nacional de Sangalhos.

propedalar.com @ 19-7-2022 18:27:48

Diogo Narciso e Rodrigo Caixas

Diogo Narciso e Rodrigo Caixas

Diogo Narciso e Rodrigo Caixas realizaram uma boa corrida em sub-23. A concorrência era forte, mas a dupla esteve constantemente na luta pelos pontos, ficando perto de os conseguir em alguns dos sprints. Porém, com a disputa pelas medalhas tão acesa entre Países Baixos, Grã-Bretanha, Alemanha, Bélgica e Itália, a missão da dupla portuguesa não foi fácil.

"Nos sub-23 o nosso objetivo era melhorar em termos de performance do ano passado. O Diogo e o Rodrigo correram pela primeira vez madison nos Países Baixos. Neste ano foi a segunda vez, aqui em Portugal. No ponto de vista de competições de nível elevado esta será para o Diogo a segunda prova, tendo em conta o ano passado o Campeonato da Europa e para o Rodrigo a terceira. Portanto, estou satisfeito com a progressão que estão a fazer", salientou Gabriel Mendes.

O selecionador nacional acrescentou sobre a corrida: "Entrámos bem, houve rendições menos bem conseguidos e são aspetos a melhorar. No entanto, não perdemos o contacto com a cabeça da corrida, na parte final tentámos desenvolver ações para pontuar. Eles deram o melhor que tinham. No ano passado também não pontuámos, mas melhorámos a classificação e certamente que no próximo será melhor".


Pódio Madison Masculino

Pódio Madison Masculino

Os campeões foram os neerlandeses Phillip Heijn e Yanne Dorenbos (54 pontos), com a dupla britânica William Tidball e Samuel Watson a ser segunda (37) e a germânica Malte Maschke e Tim Torn Teutenberg terceira (26). Portugal fechou no oitavo posto.

Ainda em Madison, João Marques e João Martins não tiveram vida fácil num pelotão competitivo e com seleções com mais experiência, mesmo no escalão de juniores. A dupla bem se esforçou para acompanhar o elevado ritmo, mas começou a perder voltas e foi forçada a abandonar pelos comissários - como ditam os regulamentos -, sucedendo o mesmo com a Eslováquia, Suíça, Polónia e Espanha.

"Para os juniores sabíamos que seria uma tarefa árdua porque era a primeira vez que iam fazer esta competição, nunca fizeram numa outra prova. Terminar a corrida era difícil. Levámos duas voltas, mas também um dos atletas não entrou muito bem na corrida, ainda antes de ela começar devido, a um corte na partida. Resulta da inexperiência. Enquanto estiveram em prova, mas rendições e na parte técnica, foram colocados à prova, cumpriram o que é importante cumprir. Há mais trabalho a fazer daqui para a frente, mas foi importante dar este primeiro passo com eles, temos base para isso", explicou o selecionador nacional.


Pódio Madison Feminino

Pódio Madison Feminino

O título foi para os checos Milan Kadlec e Matyás Koblízek, que terminaram com 34 pontos. Os Países Baixos comprovaram a boa escola que têm nesta disciplina - na corrida feminina conquistaram o ouro com Babette van der Wolf e Nienke Veenhoven -, com Elmar Abma e Justus Willemsen a garantirem a medalha de prata, com 26 pontos, mais três que os britânicos Dylan Hicks e Joshua Tarling.

Em jeito de balanço, Gabriel Mendes considera que os objetivos foram cumpridos, destacando a importância de mais duas medalhas conquistadas, a prata de Diogo Narciso (corrida por pontos) e a de bronze de Daniela Campos (sctrach), ambos atletas sub-23.

"Além dos objetivos da formação e desenvolvimento, obter duas medalhas é importante e motivo de satisfação para todos nós. Os atletas tiveram um desempenho muito bom. Estamos aqui para continuar a trabalhar e continuar a melhorar", referiu.

propedalar.com @ 19-7-2022 18:27:48


Clique aqui para ver mais sobre: Ciclismo, Desporto, Competições e Classificações