40ª Volta ao Algarve: Michal Kwiatkowski vence isolado e é o novo líder

O campeão polaco de fundo, Michal Kwiatkowski (Omega Pharma-QuickStep), venceu hoje a segunda etapa da Volta ao Algarve, assumindo o comando da geral individual da competição, no termo dos 196 quilómetros, que ligaram Lagoa a Monchique. 

UVP-FPC @ 21-2-2014 11:00:07

A subida de 4,6 quilómetros, a pouco mais de 5 quilómetros da meta, foi determinante para o resultado da etapa. Michal Kwiatkowski aproveitou a dureza das rampas, com uma inclinação média de 7,3 por cento, para surpreender os rivais. O polaco isolou-se na parte final da escalada e não mais foi alcançado até chegar à meta. 

O corredor polaco chegou à meta com 6 segundos de vantagem sobre os mais diretos perseguidores, Rui Costa (Lampre-Merida), Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) e Eduard Prades (OFM-Quinta da Lixa), que cortaram o risco por esta ordem. 

Na geral, Michal Kwiatkowski comanda com 4 segundos à melhor sobre Rui Costa e com uma diferença de 12 segundos para Alberto Contador, que completam o pódio provisório da competição. 

“Sinto-me confiante, motivado, e ter vencido esta etapa é importante. O final era muito complicado. Foi a minha segunda prova e estou muito feliz por começar a época a ganhar. Amanhã nada se decide no contrarrelógio, mas vou dar o tudo por tudo. Sei que o Rui Costa está num momento bom. O Tony Martin ganhou o ano passado e a nossa equipa vai tentar repetir a vitória este ano”, afirmou Michal Kwiatkowski. 

“Estar em segundo na geral é uma sensação boa. Sabia que o Kwiatkowski estava muito forte. Quatro segundos de diferença não é muito tempo, mas o Kwiatkowski é um grande contrarrelogista. Amanhã vai ser um bom teste para mim”, disse, por sua vez, Rui Costa. 

A tirada de hoje ficou ainda marcada pelo trabalho das equipas portuguesas, que deram nas vistas e que conseguiram estar em destaque nas classificações secundárias. A Rádio Popular anulou a escapada inicial de Arnaud Démare (FDJ.fr), Alexandre Pichot (Europcar) e Florian Senechal (Cofidis), permitindo a César Fonte a manutenção da liderança das metas volantes. 

“Até agora o objetivo era estar nas fugas. Hoje trabalhámos para isso e conquistei três pontos muito importantes. Amanhã vou só tentar chegar dentro do controlo para me poupar, e no sábado vou ter provavelmente de estar em fuga. Estou preparado para isso. No final da etapa hoje já vinha a poupar-me porque sabia que não podia ir com os da frente”, afirmou César Fonte. 

Valter Pereira (Banco BIC-Carmim) também chegou a andar em fuga, trabalho que lhe valeu continuar como melhor trepador. “Quero trazer a camisola para Tavira. Segurá-la até ao fim. Sinto-me capaz de manter esta camisola. Hoje provei que estou em boas condições”, afirmou o ciclista da Banco BIC-Carmim. 

A OFM-Quinta da Lixa colocou Eduard Prades na discussão da corrida, sendo o quarto da geral. 

Nas restantes classificações, a Lampre-Merida mantém-se na liderança coletiva e Rui Costa substituiu o colega de equipa Sacha Modolo na frente da geral por pontos. 

Como se previa, a tirada de hoje fez a primeira triagem dos favoritos. Amanhã haverá uma maior definição, uma vez que a terceira etapa é o aguardado contrarrelógio de 13,6 quilómetros, entre Vila do Bispo e Sagres. 


Classificações 

2.ª Etapa: Lagoa - Monchique, 196 km 

1.º Michal Kwiatkowski (Omega Pharma-QuickStep), 4h57m57s (Média: 39,470 km/h) 
2.º Rui Costa (Lampre-Merida), a 6s 
3.º Alberto Contador (Tinkoff-Saxo), mt 
4.º Eduard Prades (OFM-Quinta da Lixa), mt 
5.º Alexandre Geniez (FDJ.fr), a 17s 
6.º Sergei Chernetski (Katusha), mt 
7.º Christopher Horner (Lampre-Merida), mt 
8.º Sergey Firsanov (Rusvelo), mt 
9.º Jonathan Castroviejo (Movistar), mt 
10.º Edgar Pinto (LA Alumínios-Antarte), mt 


Geral Individual 

1.º Michal Kwiatkowski (Omega Pharma-QuickStep), 8h49m33s 
2.º Rui Costa (Lampre-Merida), a 4s 
3.º Alberto Contador (Tinkoff-Saxo), a 12s 
4.º Eduard Prades (OFM-Quinta da Lixa), a 16s 
5.º Edgar Pinto (LA Alumínios-Antarte), a 27s 
6.º Rubén Fernández (Caja Rural), mt 
7.º Sergei Chernetski (Katusha), mt 
8.º Jonathan Castroviejo (Movistar), mt 
9.º Simon Spilak (Katusha), mt 
10.º Christopher Horner (Lampre-Merida), mt 

UVP-FPC @ 21-2-2014 11:00:07


Clique aqui para ver mais sobre: Ciclismo, Desporto, Competições e Classificações