Portugal Bike Value é capa da Bike Europe de Agosto

A ABIMOTA – Associação Nacional dos Industriais de Bicicletas, Ciclomotores, Motociclos e Acessórios vai aproveitar a reunião de investidores e promotores estrangeiros numa das principais feiras do setor para promover a iniciativa Portugal Bike Value, que aponta o nosso país como aquele que reúne as melhores condições para a instalação desta indústria na Europa

Pure Ativism @ 25-8-2015 15:15:45

A Eurobike 2015 realiza-se na próxima semana, entre 26 e 29 de agosto, em Friedrichshafen, e nela será distribuída a edição especial de agosto da Eurobike que elege para assunto de capa o Portugal Bike Value.

“No último Taipei Cycle Show, realizado em março passado, debateram-se iniciativas com vista a criar flexibilidade na cadeia de fornecimento para a indústria das bicicletas na Europa. Dois centros de produção de quadros (de alumínio) e de outros componentes foram equacionados: Romania [Roménia] Bike Valley [numa alusão ao Silicon Valley, na Califórnia, que reúne algumas das mais importantes empresas de tecnologia em todo o mundo] e Portugal Bike Valley. Neste momento, a iniciativa Portugal Bike Valley está a torna-se uma realidade”, apresenta o editor-chefe da publicação editada pelo grupo de média holandês Vakmedianet. No website da revista, Jack Oortwijn continua: “Os investimentos para a criação de um centro de produção de quadros e outros componentes em Águeda, Portugal (a cidade onde a indústria da bicicleta portuguesa está localizada) já se iniciaram”.

Recorde-se que, no momento, em que divulgou que Portugal tinha alcançado a posição de terceiro maior produtor europeu de bicicletas, Paulo Rodrigues, secretário-geral da ABIMOTA, constatava: “Desde que lançámos este projeto, o número de propostas de investimento internacional de países como Espanha, Canadá, Taiwan, China e EUA aumentou. As abordagens visam essencialmente recolher informações sobre competências dos potenciais fornecedores, condições para arrendar ou construir novas instalações em Portugal, legislação, entre outras”. Se todas estas intenções se materializarem em projetos concretos poderão ser criados “entre 750 a 800 novos empregos diretos, mais de metade do que estimamos que exista atualmente e mais que o setor automóvel perspetiva”.

A ABIMOTA lançou recentemente duas iniciativas que, em conjunto, visam essencialmente alargar a fronteira tecnológica das empresas, promovê-las internacionalmente e captar Investimento Direto Estrangeiro – além do Portugal Bike Value, incentivou a formação do Cluster da Mobilidade Suave, que agrega já 37 empresas a operar no país e 19 entidades públicas e privadas.

É já no âmbito desta estratégia que se configura a participação da ABIMOTA numa das maiores e principais feiras do setor, a Eurobike 2015.

Pure Ativism @ 25-8-2015 15:15:45


Clique aqui para ver mais sobre: Sabia que