Marta Carvalho com dupla vitória no encerramento da 3.ª Taça de Portugal de Pista Jogos Santa Casa

A edição de 2022 da Taça de Portugal de Pista Jogos Santa Casa chegou ao fim, com a entrega dos títulos aos vencedores da competição no Velódromo de Sangalhos. Entre os juniores, esteve em destaque Marta Carvalho (Extremosul/Hotel Alísios/Cenmais) que venceu o scratch e a corrida por pontos.

propedalar.com @ 12-12-2022 16:07:12

Depois de no sábado ter deixado claro que tinha capacidade para permanecer na liderança do ranking da Taça, Marta Carvalho (Extremosul/Hotel Alísios/Cenmais) conseguiu sair duplamente vencedora desta edição da competição. A corredora venceu a corrida de scratch deste domingo, garantindo a vitória geral nesta disciplina. Já na corrida por pontos, acabaria por ser Vanessa Montrichard (Cantanhede Cycling/VESAM) a mais forte no dia de domingo. Somou 43 pontos, apenas mais um do que Marta Carvalho que conquistou também a geral nesta disciplina.

No setor masculino foi João Martins (Póvoa Cycling Academy/CDC Navais) a estar em destaque. O corredor venceu com autoridade a prova de scratch disputada no Velódromo de Sangalhos, em Anadia. No entanto, o vencedor da Taça nesta disciplina foi Francisco Silvestre (ACD Milharado/DriveonHolidays). A corrida por pontos foi também dominada de início ao fim por João Martins, que garantiu a vitória da Taça após ter vencido todos os sprints pontuáveis.

Raquel Dias (Extremosul/Hotel Alísios/Cenmais) foi soberana na categoria de cadetes, triunfando em ambas as provas disputadas, superiorizando-se a Daniela Simão (Extremosul/Hotel Alísios/Cenmais) e Bruna Gonçalves (Clube de Ciclismo de Tondela/ADRT) na geral da Taça de Portugal de Pista Jogos Santa Casa.

No setor masculino desta mesma categoria, Gonçalo Rodrigues (Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact) foi o mais forte na prova de scratch de domingo, mas na geral foi David Ferreira (Póvoa Cycling Academy/CDC Navais) a levar a melhor. Na corrida por pontos deste domingo ganhou Dinis Martinz (Ecosprint/Nutea), mas a geral ficaria entregue a Paulo Fernandes (Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact).


Na categoria mais jovem em competição, os juvenis, houve dois atletas a bisar nos respetivos setores, feminino e masculino. Entre as raparigas foi Maria Coimbra (Azuribike Mangualde Team) a grande vencedora, levando consigo a vitória nos 500 metros contrarrelógio e no scratch. Relativamente aos rapazes foi Guilherme Ribeiro (Academia de Ciclismo de Paredes) a alcançar o primeiro lugar da geral em ambas as disciplinas.

Tanto na categoria de elite amador como na de masters 30 houve domínio de um só atleta. José Afonso (Fontinhas Activa/Promotora) conquistou a Taça na disciplina de scratch e eliminação, entre os elites amadores, com Gonçalo Santos (Vulcal/Centro Ciclista do Centro) a alcançar a mesma proeza em masters 30.

Nas restantes categorias de veteranos reinou o equilíbrio. Miguel Agreda (Master de Louriña) venceu a eliminação em masters 40 e Rui Guerreiro (Despertar Sporting Clube) o scratch. Já em masters 50, o scratch foi ganho por Manuel Rodrigues (ACD Milharado/DriveonHolidays/Mafra) e a eliminação por Celso Valente (Individual). Em masters 60, Carlos Martins (Centro Ciclismo de Loulé) venceu o scratch e João Pinto (Boavista/Servigas/Nast) a eliminação.

As masters femininas tiveram vencedoras diferentes nas duas provas disputadas, com Orieta Oliveira (5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ) a vencer o scratch e Andreia Guerreiro (Centro Ciclismo de Loulé) a ser melhor na corrida de eliminação.

No paraciclismo, André Soares (Mato-Cheirinhos/Vila Galé/Etopi), classe D, Telmo Pinão (Academia Efapel de Ciclismo), classe C2, Cláudio Carvalho (Individual), classe C4, e Manuel Ferreira (Silva&Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel), classe C5, foram os vencedores da Taça nas disciplinas de perseguição individual e 500 metros.

propedalar.com @ 12-12-2022 16:07:12


Clique aqui para ver mais sobre: Ciclismo, Desporto, Competições e Classificações