Joana Monteiro e Mário Costa venceram o Ciclocrosse de Melgaço

Joana Monteiro e Mário Costa, ambos da AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde, foram os vencedores em elites do Ciclocrosse de Melgaço, prova do Campeonato do Minho de Ciclocrosse – Discover Melgaço e 1ª etapa da Taça de Portugal de Ciclocrosse.

propedalar.com @ 31-10-2022 10:01:00

A 1ª etapa da Taça de Portugal de Ciclocrosse, que decorreu em simultâneo com o Campeonato do Minho de Ciclocrosse, foi um bom teste para todos os que iniciam a preparação da nova época.

Joana Monteiro e Mário Costa, líderes da formação vila-condense AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde, foram os vencedores das principais corridas do dia.

Organizada pela Associação de Ciclismo do Minho, Federação Portuguesa de Ciclismo, Melsport e Município de Melgaço, a prova da Taça de Portugal de Ciclocrosse que, simultaneamente, atribuiu os títulos de Campeões do Minho da vertente, disputou-se no circuito criado para o efeito na área circundante do Centro de Estágios de Melgaço.

Joana Monteiro, ciclista de Famalicão que alinha na AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde, assumiu o comando da corrida de elites feminina logo na primeira volta e foi controlando os andamentos até ao fim.

A famalicense percorreu o circuito em 42:43, deixando a sua colega de equipa Marta Branco na segunda posição, enquanto Isabel Caetano (Descobre Destreza Associação Desportiva (DDAD)) ocupou a terceira posição.

Em masculinos, Mário Costa (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde) travou uma luta intensa com Márcio Barbosa (ABTF Betão/Feirense) e o seu colega de equipa Bruno Silva.

O ciclista de Vila do Conde levou a melhor na última subida para a reta da meta e averbou uma vantagem de três segundos para Márcio Barbosa (ABTF Betão/Feirense). Bruno Silva (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde) alcançou a terceira posição.O vianense João Cruz (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde) foi o vencedor em sub-23, após impor um ritmo forte desde início, andando praticamente todo o percurso na frente, cruzando a linha de meta na quinta volta com um total de 1:03:25h.

João Silva (Guilhabreu BTT) e Tomás Mota, que correu como Individual, ocuparam os restantes lugares do pódio.

Em juniores, Rafael Sousa (Guilhabreu BTT) e Bruna Moreira (Penafiel Bike Clube) subiram ao primeiro lugar do pódio.

Rafael Sousa foi o mais forte em masculinos, deixando Duarte Galvão (Águias Alpiarça/Di´Bikes/Crédito Agrícola) na segunda posição e Lucas Ferreira (Sabor do Norte/BilaBiker´s RacingTeam) no último lugar do pódio.

Em femininos, Bruna Moreira (Penafiel Bike Clube) foi mais rápida que Xiana Camiña (Avanza AD) que ocupou o segundo lugar.

Gonçalo Rodrigues, da Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact, foi o vencedor na categoria de cadetes. O ciclista de Barcelos percorreu a distância em 28:29 minutos e gastou menos 1.10m que o segundo classificado, Lucas Angélico (Sabor do Norte/BilaBiker´s RacingTeam) cabendo o último lugar do pódio, terceiro, a Filipe Pinto (Clube BTT Matosinhos).

Margarida Vasconcelos (AXPO/FirtsBike Team/Vila do Conde) venceu a prova feminina, deixando nas posições imediatas Uxia Bautista (Avanza-o Porriño) e Matilde Moreira (Penafiel Bike Team).

Afonso Silva (Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact) saiu vitorioso em cadetes masculinos. O ciclista de Braga ganhou vantagem na primeira volta e cortou a meta ao fim de 22.03m de prova, gastando menos de um minuto que Diogo Maia (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde) enquanto Pedro Galvão (Águias de Alpiarça/Triumtermica/Quinta Atela) foi terceiro.Augusto Midão (Rompe Trilhos/Ajpcar), campeão nacional em título, venceu em master 30, deixando na segunda posição Ismael Graça (Korpo Activo/Penacova) e Hugo Ferreira (Rompe Trilhos/Ajpcar) na terceira posição.

Na prova feminina, Ana Barata, que correu como Individual, foi a mais rápida. Patrícia Rosa (individual) foi segunda e Célia Silva (Proteu Cycling Team-Casa do Povo Retorta) foi terceira.

Em master 40, o campeão nacional Rogério Matos (Rompe Trilhos/Ajpcar) e Nazaret Casal (CC Louriña) foram os vencedores.Rogério Matos impôs-se desde a primeira volta, relegando para os restantes lugar do pódio Pedro Marques (BTT Seia) e Hugo Moreira, que correu como individual.

Em femininos a ciclista espanhola foi a mais forte e deixou a 44s a campeã nacional Virgínia Moreira (SAERTEX Portugal/Edaetech). Marisa Costa (Korpo Activo / Penacova) foi terceira.Marco Pieto (Nesta) venceu em master 50 e Joaquim Pinto (Silva&Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel) venceu em master 60.Hélder Costa, Bicimarante-Associação Clt. Cult. Recreativa, foi o vencedor na categoria open, enquanto Damián Bautista (Atletismo Porriño) foi segundo.
Joana Monteiro (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde)

Joana Monteiro (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde) mostrou-se muito satisfeita com a vitória no Ciclocrosse de Melgaço… “É sempre importante conquistar uma vitória, ainda mais quando estou a trabalhar a apenas uma semana. Pensei que me iria custar um bocadinho mais, mas consegui isolar-me de início e segurei a liderança até ao final. É um bom arranque de preparação para a nova época”.

Foi uma corrida fácil? “Nunca é fácil porque mesmo andando na frente, temos sempre de ter em mente que podemos ter uma avaria, uma queda e a liderança perde-se. Por isso, tento dar o melhor de mim para conseguir chegar ao final e vencer”.Sobre o circuito de Melgaço, que sofreu algumas alterações para a edição deste ano, a ciclista de Famalicão referiu que “pessoalmente, gosto mais assim, acabei por me divertir mais. Melgaço faz um bom trabalho, por isso estão de parabéns”.
Mário Costa (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde)

Mário Costa (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde) repetiu a vitória conquistado no ano passado no circuito de Melgaço.Sobre a prova referiu que “as provas de ciclocrosse nunca são fáceis, especialmente, esta que é a primeira. Hoje foi uma corrida muito disputada até ao final, felizmente, consegui confirmar a vitória no final. O percurso estava em excelentes condições. Depois da chuva dos últimos dias, hoje o sol apareceu e foi espetacular para o público e para o espetáculo”.

Afirmando que “foi uma manhã espetacular para toda a gente”, Mário Costa destacou as alterações feitas na pista… “pessoalmente, gostei das alterações, acho que deve ser assim, não se deve estagnar. Parabéns à organização pela coragem de tentarem inovar sempre mais um bocadinho”.
Manoel Batista, presidente da Câmara Municipal de Melgaço

Manoel Batista, presidente da Câmara Municipal de Melgaço, fez um balanço positivo de mais uma edição do Ciclocrosse de Melgaço, prova que abre a época da vertente e que é pontuável para a Taça de Portugal e atribui os títulos de Campeões do Minho.

Manoel Oliveira referiu que “estou muito satisfeito com a forma que tudo correu. Mais do que estar satisfeito, o importante é que os atletas que cá estiveram estejam satisfeitos. Aquilo que me foi dado a perceber é que todos eles, os ciclistas nacionais e estrangeiros aqui presentes, ficaram satisfeitíssimos com a prova, com o circuito”.

Manoel Batista afirmou ainda que “estamos satisfeitos também por continuarmos a ser um parceiro ativo da Associação de Ciclismo do Minho, com quem temos um trabalho conjunto há muitos anos e que queremos manter, porque é importante para nós e, penso, para a própria Associação”.

Sobre o facto de Melgaço abrir a época do ciclocrosse, o autarca referiu que “é um privilégio. Os resultados são bons, as reações também e, portanto, estamos muito satisfeitos”.

O Ciclocrosse de Melgaço organizado pela Associação de Ciclismo do Minho, Município de Melgaço e Melsport contou com o apoio da Federação Portuguesa de Ciclismo, Cision, POPP Agency, Polisport, Arrecadações da Quintã, Navega Rías Baixas, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, SEG 3 - Mediação de Seguros, Strong Speed, Bike - Tudo sobre o mundo do BTT e Cuidar Mais - Clínica Médica e Fisioterapia.

propedalar.com @ 31-10-2022 10:01:00


Clique aqui para ver mais sobre: Ciclismo, Desporto, Competições e Classificações