Sub-23: Esforço de Daniela Campos comprometido por queda

Campeonato da Europa de Estrada

A seleção nacional disputou no passado domingo a prova de fundo do Campeonato da Europa de Estrada, na categoria de sub-23, em Anadia. Daniela Campos foi a corredora mais bem classificada, tendo terminado na 40.ª posição, após ter sofrido uma queda.

propedalar.com @ 11-7-2022 09:54:51

À primeira passagem pelo Monte Crasto as quatro corredoras portuguesas ainda integradas no pelotão, que rolava compacto. No entanto, Beatriz Roxo e Sofia Gomes acabaria por perder o contacto pouco depois.

Na segunda passagem pela meta, o pelotão estava já dividido em dois grupos, com cerca de 20 segundos de diferença. No primeiro grupo seguia Daniela Campos e no segundo Beatriz Pereira. Beatriz Roxo e Sofia Gomes seguiam num pequeno grupo já mais atrás.

A situação de corrida voltaria a alterar-se durante a terceira volta, com oito corredoras a formarem um pequeno grupo na frente da corrida. Nesta fuga seguiam algumas das corredoras candidatas à vitória no dia. Daniela Campos seguia bem colocada, no primeiro grupo perseguidor, a 1m20s. Beatriz Pereira estava nesta altura no terceiro grupo, a 20 segundos daquele em que seguia Daniela Campos.


No entanto, à entrada para a quarta e última passagem na meta Daniela Campos, que seguia no grupo da frente, acabaria por sofrer uma queda, juntamente com mais quatro corredoras. Com isto, a corredora portuguesa perdeu o contacto com o grupo onde seguia, terminando a prova na 40.ª posição, a 8m25 segundos da vencedora. Beatriz Pereira chegaria num pequeno grupo mais atrás, na 55.ª posição, a 9m06s. Beatriz Roxo e Sofia Gomes não terminaram a prova.

“À entrada para a última volta caíram cinco atletas e a Daniela foi uma delas. Não sofreu nenhuma lesão grave, mas partiu a parte do sapato que encaixa no pedal. Dada esta situação, teve de fazer um autêntico contrarrelógio para tentar apanhar o pelotão, depois de ter perdido três minutos na queda, mas só com uma perna. Foi espetacular o trabalho que desenvolveu e hoje e sabemos que estava capaz de disputar a corrida”, explicou o selecionador nacional, José Luís Algarra.

A vencedora foi a neerlandesa Shirin Van Androoij, que tinha vencido também a prova de contrarrelógio. A italiana Vittoria Guazzini foi segunda, a 11 segundos, o mesmo tempo que a terceira classificada, Fem Van Empel (Países Baixos).

Esta tarde será a vez de o setor masculino disputar a sua prova de fundo. Portugal irá alinhar com Afonso Silva, Pedro Pinto, António Ferreira, Pedro Andrade e Pedro Silva, que terão de percorrer 147,3 quilómetros, correspondentes a sete voltas ao circuito. A partida está prevista para as 14h00 e a chegada para as 17h30.


propedalar.com @ 11-7-2022 09:54:51


Clique aqui para ver mais sobre: Ciclismo, Desporto, Competições e Classificações