Nuno Reis quinto classificado na prova júnior da Taça do Mundo de DHI

Nuno Reis (Miranda Factory Team) foi o melhor português na final da ronda 3 da Taça do Mundo de Downhill (DHI), conseguindo a quinta posição na prova de juniores masculinos, disputada na Lousã.

propedalar.com @ 30-10-2020 19:22:22

Nuno Reis

Nuno Reis

O corredor nacional, que chega à Lousã em condições de bater-se pela classificação geral da Taça do Mundo na categoria mais jovem, fez uma boa descida, melhorando mais de 2 segundos face ao registo que lograra ontem, nas qualificações.

Nuno Reis completou o percurso em 4’11’’702, o que lhe valeu o quinto posto, a 4,1 segundos do mais veloz, o britânico Ethan Craik (GT Factory Racing), que desceu em 4’07’’602. O segundo classificado foi o espanhol Pau Menoyo, a 2,711s, e o terceiro o estadunidense Christopher Grice (Specialized Gravity), a 3,593s.

Gonçalo Bandeira (Miranda Factory Team), que ontem estabelecera a melhor marca na descida de qualificação, teve um furo ao bater numa raiz, quando pedalava com os tempos mais velozes nos pontos intermédios, acabando ingloriamente a corrida no vigésimo posto, a 16,316s do vencedor.

A corrida de hoje, penúltima pontuável para a Taça do Mundo – a última corre-se na Lousã no próximo domingo -, manteve o irlandês Oisin O Callaghan (The YT Mob) no topo da geral, com 120 pontos. Ethan Criak subiu ao segundo lugar, com 101, enquanto Nuno Reis perdeu uma posição, baixando ao terceiro posto, com 90 pontos.




Entre a elite masculina impôs-se um histórico desta disciplina do BTT. Aos 39 anos, o sul-africano Greg Minnaar (Santa Cruz Syndicate), mostrou que ainda é muito competitivo e logrou a melhor marca do dia, 3’55’’239. O britânico Matt Walker (Madaison Saracen Factory Team) foi quem mais se aproximou, a 1,833s, subindo à primeira posição da geral da Taça do Mundo. O francês Loic Bruni (Specialized Gravity) fechou o pódio, a 1,960s.

Emanuel Pombo (Miranda Factory Team) foi o único representante português na final. Melhorou mais de 7 segundos face à prestação de véspera, na qualificação. O desempenho de hoje valeu ao madeirense a 49.ª posição, a 15,582s do vencedor.

A corrida de elite feminina contou com onze participantes, uma delas portuguesa. Margarida Bandeira com a décima classificada, a 50,200s da vencedora, a francesa Myriam Nicole (Commençal/MUC – Off by Riding Addiction), que cobriu a pista em 4’26’’325. Seguiram-se a gaulesa Marine Caribou (Scott Donwhill Factory), a 4,397s, e a britânica Tahnee Seagreave (Canyon Collective FMD), a 5.075s. Na geral da Taça do Mundo, as duas francesas estão nas melhores posições, pela mesma ordem pela qual se classificaram na Lousã.

A prova de juniores femininas contou apenas com cinco participantes. As francesas dominaram, ocupando as duas posições cimeiras. Leona Pierrini ganhou, com 4’59’’667, seguida por Lauryne Chappaz (Dorval AM Pro Race Team), a 3,952s. A terceira foi a espanhola Aina González (IJ Racing), a 4,874s. A vencedora de hoje reforçou o comando na geral da Taça do Mundo.

Amanhã acontecem na Lousã as descidas de qualificação para quarta e última ronda da Taça do Mundo, agendada para domingo.

propedalar.com @ 30-10-2020 19:22:22


Clique aqui para ver mais sobre: Ciclismo, Desporto, Competições e Classificações