EFAPEL mantém-se ativa e diz “não” ao Covid-19

Decretado o Estado de Emergência em Portugal devido à Pandemia de Covid-19 muito mudou. O país parou, o mundo parou. Todos os esforços parecem não chegar para travar o novo coronavírus. Embora esta seja a realidade lá fora, dentro de portas a Equipa Profissional de Ciclismo EFAPEL continua ativa, de boa saúde e a trabalhar muito com as devidas precauções, estando a sensibilizar, em simultâneo, toda a comunidade ciclista, quer profissionais como amadores, para treinar em casa.

propedalar.com @ 26-3-2020 15:18:45

O decreto governamental que aplica as normas legais sobre o Estado de Emergência admite que os corredores com contrato profissional (artigo 5.º n.º 1 alínea b) possam treinar na via pública, sendo permitidos os treinos na estrada, desde que sozinhos. Nesta sequência, a Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC) fez chegar aos 12 corredores da EFAPEL uma declaração que atesta essa condição, para o caso de as autoridades solicitarem comprovativo.

Deste modo, para já todos os ciclistas profissionais estão autorizados a treinar na estrada. Contudo, a postura da EFAPEL tem sido sensibilizar diariamente para a importância de, nesta fase tão crítica, o treino ser feito em casa, com recurso a rolos, numa campanha de sensibilização que tem decorrido através das Redes Sociais (#eutreinoemcasa), com vídeos e fotos dos corredores da Equipa a realizar os seus treinos diários em rolos, dentro de portas. Uma campanha direcionada em especial para ciclistas profissionais e amadores, com recurso às boas práticas dos atletas da EFAPEL.


“É nossa intenção contribuir para o esforço global que o país está a fazer para prevenir o contágio do novo coronavírus. Temos muita vontade de colocar de novo o dorsal, mas primeiro está a saúde e a integridade de todos. Queremos vencer esta batalha juntos, como Equipa EFAPEL que somos”, afirmou Rúben Pereira, diretor desportivo da EFAPEL.

Enquanto o futuro é incerto, esta será a forma de atuação da estrutura de Ovar, que pretende sensibilizar toda a comunidade ciclista em particular, mas toda a população de forma geral, no sentido de colaborar com as autoridades, respeitando as suas recomendações, para travar esta pandemia que já matou 60 pessoas no nosso país, sendo para já 3.544 o número de infetados (números em atualização).


“Temos dado continuidade ao nosso trabalho diário, com regras e precauções quer na estrada como em casa, visto que todos os nossos atletas têm autorização para poder circular na estrada”, avançou Rúben Pereira. O líder da EFAPEL explicou ainda que a Equipa tem estado em contacto com a FPC, que está “a trabalhar num calendário alargado, para que as competições se prolonguem até final de outubro, assegurando que as míticas provas se realizem. Acredito num regresso à competição emocionante”, finalizou.

propedalar.com @ 26-3-2020 15:18:45


Clique aqui para ver mais sobre: Ciclismo, Desporto, Competições e Classificações