Rui Teixeira e Ana Leite dominaram o 20.º BTT DHI ACRAP

Rui Teixeira (Bike House DH Team/Guimarães) e Ana Leite (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde) venceram o 20.º BTT DHI – ACRAP, última etapa do Campeonato do Minho de BTT DHI – Cision, disputada na freguesia de Prozelo (Arcos de Valdevez).

propedalar.com @ 1-10-2019 18:20:09

O 20.º BTT DHI ACRAP, organizado em conjunto pela ACRAP - Associação Cultural e Recreativa Amadora Proselense e pela Associação de Ciclismo do Minho, foi disputado numa nova pista de Down Hill e não defraudou as expectativas. Os muitos aficionados desta vertente do ciclismo, que se deslocaram às imediações do Campo de Futebol da ACRAP, puderam assistir a um grande espetáculo, com os atletas a empenharem-se a fundo para conquistar os melhores tempos.

Rui Teixeira (Bike House DH Tem/Guimarães) foi o grande vencedor da tarde na categoria de elites. O atleta do clube vimaranense averbou os dois melhores tempos da estreia da remodelada pista da ACRAP. Na manga de qualificação Rui Teixeira obteve o registou de 2:33:34m e na manga de classificação conseguiu retirar quase dois segundos, fixando o tempo em 2:31:90.

Com estes tempos, Rui Teixeira venceu o 20.º BTT DHI ACRAP em elites, deixando na segunda posição o seu colega de equipa, Filipe Silva (2:35:76) que, mesmo assim, conquistou em Prozelo o título de Campeão do Minho de BTT DHI – Cision de 2019. Na terceira terminou David Martins (Linhas Afemar/Casa Myzé Team).

Em Femininos, Ana Leite (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde), partiu para a prova de Arcos de Valdevez já com o título de Campeã do Minho assegurado, mas mesmo assim, não deu qualquer hipótese à sua adversária. A atleta minhota efetuou o trajeto da prova em 3:27.80, deixando a espanhola Paula Seoane (BarbanzaBike C.) em segundo a quase um minuto de diferença.

João Batista (Bike House DH Team/Guimarães) partiu para a prova de Prozelo com o título de Campeão do Minho garantido, conseguindo em Prozelo o segundo melhor tempo na manga de qualificação (2:36.63) e o triunfo na manda final, apesar de uma pequena saída de pista. Na segunda posição ficou Pedro Fernandes (Desportivo Jorge Antunes) e em terceiro Jacobo Rodrigues (Maceda CC).

Rui Freitas (Desportivo Jorge Antunes) brilhou na prova de Cadetes. O atleta da equipa vizelense venceu a prova de Prozelo e sagrou-se Campeão do Minho, relegando para o segundo lugar o até então líder Luís Cunha (Bike House DH Team / Guimarães). Rui Freitas venceu a manga de classificação com o tempo de 2:40.93m, menos 10 segundos que Luís Cunha, enquanto Roi Jorge (Ciclosquintena C) foi terceiro classificado.

Manuel Bessa (BTT Pandilhas a Monte) foi o melhor em Master 30 e confirmou a vitória no Campeonato do Minho, deixando na segunda posição o seu colega de equipa Pedro Bessa, enquanto Rui Silva (Bike House DH Team / Guimarães) foi terceiro.

O espanhol Miguel Davila (Traviesas CC) ganhou em Master 40, deixando nos lugares imediatos Maurício Conceição (Maiatos) e António Cunha (BTT Pandinhas a Monte).

Antero Oliveira (Bike House DH Team / Guimarães) foi o melhor em Master 50, tendo realizado o tempo de 3:03.99, assegurando em Prozelo mais um título de Campeão Minhoto.

Na vertente de promoção destacou-se Rafael Gomes, enquanto Eduardo Ferreira foi segundo e Rui Ferreira terceiro.

Por equipas, a Bike House DH Team/Guimarães venceu o 20.º BTT DHI ACRAP, enquanto o BTT Pandilhas a Monte, que é o novo Campeão do Minho, terminou em segundo e o Desportivo Jorge Antunes foi terceiro.

Martinho Pedreira (Presidente da Junta de Freguesia de Prozelo)

Martinho Pedreira, Presidente da Junta de Freguesia de Prozelo, lembrou no final da competição que “o BTT DHI ACRAP já é uma prova tradicional em Prozelo, realizando-se há 20 anos e com créditos firmados no panorama do BTT Down Hill”. “Estas provas são muito importantes quer para a freguesia, quer para o próprio concelho porque nós apostamos no turismo e no turismo de natureza. Temos excelentes condições para a prática de todas as variantes do BTT”, lembro o autarca referindo que “a prova correu muito bem, tivemos aqui bastante gente a assistir. O tempo também ajudou, não fez calor, nem choveu, o que permitiu que os atletas fizessem uma boa prova”.

O presidente da Junta de Freguesia de Prozelo disse ainda que “este tipo de eventos são para continuar, a ACRAP está a fazer um bom trabalho e a Junta tem apoiado dentro dos possíveis, também temos tido o cuidado de fazer a manutenção da estrada, embora a chuva que veio recentemente tenha anulado o nosso trabalho, mas fazemos o que podemos para ajudar”.

Ricardo Brito (Presidente da ACRAP

Ricardo Brito, presidente da Associação Cultural e Recreativa Amadora Proselense (ACRAP) fez igualmente um balanço muito positivo da 20.º edição do BTT DHI.

“Correu tudo muito bem, não houve acidentes, ninguém se magoou e assistimos a uma prova interessante, com todos os atletas a lutarem pelos melhores tempos”, referiu o dirigente lembrando adiantou que “já organizamos esta prova há 20 anos e queremos continuar a organizá-la porque temos aqui boas condições para este tipo de provas. De resto, o protocolo que temos com a Associação de Ciclismo do Minho tem corrido bem e é para continuar”.

Este ano a ACRAP viu-se obrigada a reformular a pista de Down Hill: “um dos terrenos mudou de proprietário e ele decidiu não nos dar autorização para o usar. Tivemos que reformular a pista, mas penso que arranjamos uma boa solução e os ciclistas não saíram a perder. A reação à pista foi muito positiva”.

Ana Leite (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde)

Ana Leite (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde) foi a grande vencedora da prova de Elites Femininas, tendo triunfado nas cinco provas do Campeonato do Minho de BTT DHI - DHI.

Sobre a prova de domingo, Ana Leite referiu que “correu muito bem. Fiz uma prova descontraída, o traçado também era acessível, por isso, foi uma tarde tranquila”. “É pena que a competição feminina tenha poucas atletas. Era bom que aparecesse mais meninas para dar maior competitividade ao campeonato”, afirmou a atleta que vive em Guimarães e que tem agora os seus objetivos centrados no Enduro.

João Batista (Bike House DH Team/Guimarães)

João Batista (Bike House DH Team/Guimarães) iniciou a prova de Prozelo com o título minhoto assegurado mas, mesmo assim, deu tudo para vencer a prova de Arcos de Valdevez: “o balanço que faço desta prova é positivo. A qualificação correu muito bem, fiz uma descida segura. Na descida final sai de pista e atrasei-me uns segundos mas consegui vencer em juniores, apesar de ter como objetivo vencer à geral.

Quanto ao futuro, o atleta de Guimarães já se encontra focado na próxima época: “vou começar a preparar a nova época. Quero participar no Campeonato do Mundo, na Taça do Mundo, no Campeonato Nacional e na Taça de Portugal, bem como nas provas do Minho. Vou começar a pré-época para estar bem preparado pois quero fazer a melhor classificação possível”.

Rui Freitas (Desportivo Jorge Antunes)

Rui Freitas (Desportivo Jorge Antunes), além de vencer a prova de Prozelo, sagrou-se Campeão do Minho em Cadetes.

“A prova correu muito bem, venci a minha categoria e fiz o oitavo tempo da geral. Entrei para esta prova com o objetivo de ganhar o Campeonato do Minho e consegui. Estou muito contente”, disse Rui Freitas acrescentando que “para o ano a luta vai ser mais dura, pois subo a Júnior e aí há mais concorrência e os adversários são muito fortes”.

O 20º DHI ACRAP teve o apoio da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, Junta de Freguesia de Prozelo, IPDJ, Federação Portuguesa de Ciclismo, Cision, Arrecadações da Quintã, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design, AFAcycles, Score Tech e Navega Rías Baixas.

Recorde-se que os prémios finais dos Campeonatos do Minho e da Taça do Minho de Ciclismo de Estrada serão entregues na Gala de Encerramento da Época Desportiva de 2019, agendada para o dia 23 de novembro (Auditório da Universidade do Minho - Campus de Azurém - Guimarães), em que também serão homenageados os atletas minhotos que se sagraram Campeões Nacionais em 2019 e que conquistaram resultados de relevo a nível internacional.

propedalar.com @ 1-10-2019 18:20:09