Estado do tempo para o fim-de-semana

Chuvas intensas e persistentes com vento a acompanhar

"Chuva de Janeiro e não de frio, vai dar riqueza ao estio..."

Mário Marques ©Planoclima @ 7-1-2016 17:12:14

Nesta fase lunar de quarto crescente, é esperado um tempo tempestuoso, com um agravamento das condições atmosféricas para o período entre os dias 8 e 11 de Janeiro. Depois, haverá alguma trégua e o frio vai substituir a chuva e o vento a Norte do Tejo, embora o Sul leve uma boa rega.

Assim, estão previstas precipitações intensas e persistentes para o período acima mencionado (120 a 150mm acumulados), bem como vento por vezes forte (60/70km/h) e ondulação forte (4/5m), o que é mau para a erosão costeira.

Deste modo, e com os solos completamente saturados, a probabilidade de escoamento superficial e/ou subsuperficial é grande, o que aumenta a probabilidade de inundações rápidas, de caudal e de bacias hidrográficas sobrecarregadas. Além disso, a probabilidade de deslizamentos de massa ou queda de blocos nos locais com declives acentuados e com os solos saturados é elevada.

De assinalar também o risco elevado de inundações rápidas no dia 8 e de cheias de caudal a Norte no fim-de-semana. A isto junta-se o derretimento de toda a neve a montante (serras a Norte do território e do Noroeste de Espanha) que podem contribuir com um fluxo adicional nas bacias hidrográficas de Lima, Minho, Douro e Mondego.

Resumindo, muita chuva para escoar e vento a ajudar para, depois, a atmosfera acalmar e vir um frio de rachar... para a lua cheia.

Mário Marques ©Planoclima @ 7-1-2016 17:12:14


Clique aqui para ver mais sobre: BikeNews